LiveZilla Live Chat Software
Dicas | Dr. Bonguardo - Centro odontológico da Glória

Dicas do Centro Odontológico da Glória

Fio Dental é importante?

Muitos adultos se dizem muito ocupados para limpar seus dentes usando fio dental, principalmente os homens. Segundo os especialistas, porém, não usar fio dental é arriscado: quem usa apenas a escova de dentes tem maior risco de desenvolver doenças nas gengivas e pode perder dentes mais facilmente.

Um estudo realizado nos Estados Unidos entrevistou 201 periodontistas para saber os hábitos de higiene dental de seus pacientes. Segundo eles, o uso do fio dental é baixo em geral, mas os homens são especialmente propensos a não usá-lo. 97% dos periodontistas dizem que as mulheres cuidam melhor de seus dentes que os homens. A desculpa mais usada pelos homens é ''não tenho tempo'', mas há quem use desculpas mais absurdas, como ''não posso ter fio dental em casa porque meus filhos usam o fio para amarrar seus irmãos menores''.

A pesquisa foi feita pela Academia Americana de Periodontologia. Os periodontistas são dentistas especializados em tratamento das gengivas e de outros tecidos que envolvem e suportam os dentes. Segundo esses especialistas, outro problema sério é o uso de escovas de dentes muito duras, que danificam os tecidos da boca.

Higiene Bucal

Leve este hábito a sério

Proteja sua boca mantenha a beleza dos seus dentes e evite doenças fazendo sua higiene bucal. Não há rosto bonito que resista a uma boca mal cuidada. Aliás, nada mais feio e triste do que dentes cariados, amarelados e sujos. Muita gente não sabe, mas 90% das doenças da boca poderiam ser evitadas com uma boa higienização.

As bactérias, que são as causadoras das doenças da boca, interagem com os resíduos alimentares e formam a placa bacteriana que é uma massa, que se não for removida a tempo e de forma adequada pode gerar tártaro e cárie, destruindo desta forma os dentes e a gengiva.

Vale lembrar que a digestão também começa pela boca. Se os dentes estiverem cariados, ou mesmo se houver falta de algum dente, a digestão se tornará mais difícil.

Se você cuidar diariamente do seu sorriso com uma correta higiene, não precisará passar por tratamentos extensos, economizando tempo e dinheiro.

Além disso, nas revisões semestrais, provavelmente só terá de fazer limpeza ou algum procedimento estético.

Como escolher o creme dental?

Dentes brancos e bem cuidados são um do sinais mais evidentes de boa saúde. Prepare-se para escová-los bem e fazer do creme dental um aliado poderoso. Quando aplicado corretamente com a escova dental, ele limpa os dentes, remove a placa bacteriana, confere polimento às superfícies e restaurações dentais e, de quebra, combate o mau hálito.

É difícil escolher a melhor opção diante de tantas ofertas na prateleira do supermercado, certo? “A rigor não existe um produto que supere o outro em eficiência e segurança, dentro da sua indicação (anticárie, antitártaro, antiplaca, entre outros)”.

“A principal condição é que as substâncias usadas na formulação sejam compatíveis umas com as outras, para evitar que percam suas atividades”, alerta Panzeri. Por isso, a melhor orientação virá do seu dentista. É ele que vai dizer o que merece uma atenção especial, assim ficará mais fácil descobrir qual princípio ativo procurar na pasta de dente.

É comum encontrar no mercado um creme dental específico para cada finalidade. “A especificidade é muito difícil, porque um mesmo produto também têm vários benefícios. Por exemplo, pode ter ação anticárie principalmente pela presença do flúor, mas ele não deixa de ter ação antiplaca”.

Veja quais são as principais substâncias presentes num bom creme dental.

Antitártaro

Com pirofosfato, substância que impede a formação de tártaro, mas não remove o que já existe disso só o dentista é capaz.

Antiplaca

Com triclosan, um antimicrobiano, e flúor, entre outras substâncias que agem contra as bactérias da boca. É indicado especialmente para pessoas com problemas na gengiva.

Ação Total ou Global

Indicado para pessoas que têm mais de 40 anos ou apresentam placa bacteriana e tártaro ao mesmo tempo. Combinam substâncias que evitam placa, tártaro e inflamações na gengiva.

Bicarbonato de sódio

Além de abrasivo, o bicarbonato neutraliza os ácidos da placa bacteriana e diminui a proliferação de fungos nas mucosas. Boa opção para quem vive beliscando massas e doces.

Branqueadores

Suaviza manchas causadas por pigmentos de café e de refrigerantes, que impregnam os dentes. Graças à ação oxidante do peróxido de hidrogênio e de abrasivos presentes na formulação.

Herbal ou Fitoterápico

Para gengivas sensíveis. Contam com antibióticos e antiinflamatórios naturais que atuam nas mucosas, como própolis, mirra, sálvia e malva.

Sem flúor

Crianças que engolem a espuma feita pela pasta e pessoas que não necessitam do poder remineralizante do flúor (porque têm coroa em vez de dente, por exemplo) podem usufruir desse tipo.

Dessensibilizantes

Para dentes sensíveis a calor, frio ou doces. Suas partículas de nitrato de potássio recobrem a área desfalcada de esmalte, diminuindo a sensibilidade.

Infantil

Possui menor concentração de flúor do que as pastas de dentes convencionais e é indicado dos 3 anos, quando a criança consegue cuspir a espuma, até os 12 anos.

Dicas de Escovação Dentária

Com a escova inclinada para a gengiva, faça de 8 a 10 movimentos da vai e vem de 1 em 1 ou 2 em 2 dentes. Em seguida faça movimentos varrendo da gengiva para a ponta do dente. Repita os movimentos sobre todos os dentes, pelo lado de dentro (lado da língua) e pelo lado de fora (lado da bochecha). Nos dentes da frente (superiores e inferiores) pelo lado de dentro (lado da língua), ponha a escova em pé, não esquecendo de fazer as cerdas da escova entrarem em contato com a gengiva.

Nas superfícies em que mastigamos os alimentos, coloque as cerdas da escova sobre elas e faça movimentos horizontais de vai-e-vem (curtos).

Escove todos os dentes superiores, partindo do último do lado direito até chegar ao último do lado esquerdo, pelo lado de fora (lado da bochecha) e pelo lado de dentro (lado da língua). Faça o mesmo sobre os dentes - na superfície que mastigamos os alimentos. Repita tudo para os dentes inferiores. O fio dental deve ser usado todos os dias para remover restos alimentares que ficam entre os dentes, que a escova não consegue alcançar, e que são os maiores causadores da cárie.

Devemos escovar os dentes pela manhã, após o café, logo após as refeições e à noite, antes de deitar. Não coma mais nada após a limpeza dos dentes. Siga o esquema abaixo:

Dicas de Escovação Dentária

Dicas sobre clareamento dental

Para o clareamento dos dentes, de acordo com os mais conceituados dentistas, inclusive o Dr. Bonguardo, há dois tipos de tratamento. Um deles é o “clareamento caseiro”, em que o paciente utiliza para uma moldeira com gel para dormir. O período do tratamento depende da tonalidade do dente e do quanto se espera clarear.

Em geral, dura 15 dias, mas, dependendo do caso, pode se prolongar.

A outra forma é o clareamento a laser, feito com o mesmo tipo de gel, porém com uma lâmpada a laser, no consultório do dentista. Nesse caso, é realizado em uma ou duas sessões de uma hora e meia e tem o custo mais elevado.

“Os produtos utilizados para o tratamento não provocam danos à gengiva, nem à estrutura dental, garantindo a saúde geral do paciente. Além disso, não há contra-indicações, ele só deve ser evitado em gestantes e mulheres que estão amamentando”.

Previna-se! Saiba o que escurece os dentes:

» Quem respira pela boca tem mais chance de ter dentes manchados;
    a boca fica desidratada, deixando o esmalte mais poroso.
» Quedas e batidas podem provocar hemorragias internas nos dentes e,
    conseqüentemente, manchas.
» O esmalte é permeável a corantes de alimentos e bebidas, como chocolate,
    café, chá e refrigerantes à base de cola.
» Aplicações excessivas de flúor em crianças e adolescentes causam
    fluorose dental, distúrbio que provoca manchas amareladas.
» Acúmulo de placas bacterianas.
» Tratamentos malfeitos de canal.
» Nicotina do cigarro.